7 dicas de gestão de pequenas empresas

Uma gestão eficiente e enxuta é essencial para o crescimento e sucesso dos negócios, principalmente, para as pequenas empresas, que precisam racionalizar seus recursos e aumentar a produtividade, para assegurar a permanência no mercado.

Por isso, é importante que o empresário busque aprimoramento e formação gerencial. Com conhecimentos técnicos e informações, fica mais fácil administrar questões que envolvem finanças, marketing, capital humano, planejamento estratégico e também o desenvolvimento de novos produtos e serviços.

Assim sendo, é fundamental implementar práticas de gestão e algumas, são relativamente simples para garantir resultados mais expressivos. Confira agora dicas para a gestão de pequenas empresas.

1. Mantenha a organização financeira

A organização financeira é fundamental para uma gestão eficiente, por isso, é preciso assegurar o controle de todas as entradas e saídas, criando um fluxo de caixa sempre atualizado. Atualmente, já existem diversos softwares de gestão disponíveis no mercado, com preços acessíveis. Essas soluções tecnológicas permitem uma administração mais segura, através de relatórios e análises, importantes para a tomada de decisões.

2. Controle as despesas

Assim como a desorganização financeira, manter despesas desnecessárias é um grave erro de gestão. Logo, é preciso avaliar com critério os custos fixos e variáveis, e avaliar oportunidades de economia. Neste caso, é interessante mapear todos os processos internos, e assim, identificar gargalos e desperdícios. Os investimentos no negócio também devem ser planejados com inteligência, para evitar o endividamento.

3. Precifique o produto ou serviço de forma correta

Muitos empreendedores não conseguem bons resultados, pois falham na precificação de seus produtos ou serviços. Os custos operacionais e a margem de lucro devem ser calculados corretamente, evitando preços menores ou maiores do que o necessário.

A subvalorização impacta diretamente na lucratividade e a supervalorização, afasta os clientes, diminuindo o capital de giro. Também já existem softwares capazes de realizar esse cálculo com precisão, facilitando a definição de novas estratégias de vendas e ações promocionais.

4. Gerencie seu estoque

O gerenciamento de estoque é um dos pilares para o sucesso de um negócio, tanto para lojas físicas, quanto para os e-commerces. Neste caso, é importante saber exatamente a quantidade de cada item disponível, produtos de maior e menor saída, vendas médias e prazos de validade. Por isso, os estoques devem ser gerenciados obedecendo o conceito FIFO (first in, first out — em português, primeiro que entra, primeiro que sai), para evitar que os produtos estraguem ou fiquem obsoletos, antes da venda.

A negociação com fornecedores também é importante, para conseguir melhores condições de pagamento e entrega. O gerenciamento do estoque impede investimentos dispensáveis, que bloqueiam recursos financeiros que poderiam ser utilizados em outros projetos ou mesmo, render em aplicações financeiras.

5. Adote estratégias de comunicação e marketing

Estratégias de comunicação e marketing devem ser planejadas por todas as pequenas empresas. Algumas medidas criativas podem ser adotadas sem grandes custos. Uma newsletter enviada para o e-mail dos clientes, avisando sobre novidades e promoções, é uma forma relativamente barata de manter o relacionamento.

As redes sociais também são fundamentais para a divulgação do negócio. Através de uma página ou de um blog, é possível compartilhar informações e conteúdos, e assim, atrair novos e potenciais consumidores.

6. Separe despesas pessoais e empresariais

Por causa de problemas financeiros ou simplesmente por desorganização, alguns empresários misturam as contas pessoais e empresariais. Para evitar maiores problemas, o ideal é fixar uma retirada mensal dos ganhos do negócio — o chamado pró-labore — e o restante dos lucros devem ser investidos na própria empresa, possibilitando novos projetos, aquisições e expansões.

7. Cuide da equipe

A gestão de pequenas empresas deve contar também com a profissionalização dos processos de recrutamento e seleção, para garantir a contratação de profissionais competentes e alinhados a cultura e demandas do negócio. Também é preciso planejar treinamentos, para aprimorar as competências e melhorar o desempenho da equipe.

Além disso, é importante atentar também para o estilo de liderança adotado pelo empresário. A atitude positiva é essencial para manter a motivação e o engajamento do time, por isso, bom humor, gentileza, entusiasmo, empatia e humildade, são características fundamentais para os líderes.

E quais são as suas dicas de gestão para pequenas empresas? Compartilhe suas experiências e opiniões nos comentários!

Mais publicações do nosso blog

Assine nossa Newsletter