Outbound ou Inbound Marketing? Qual é o melhor?

Outbound ou Inbound Marketing qual o melhor para a minha empresa (3) (1)
Já ouviu falar de Outbound ou Inbound Marketing ? Qual é o melhor para seu negócio? Dois conceitos estão muito presentes na vida de quem utiliza o marketing em qualquer organização. Não importa o tamanho: todas as empresas deveriam usá-los, independentemente do seu propósito ser gerarem maiores receitas ou serem reconhecidas como autoridade no mercado. Pensando nisso, muitos gestores de empresas podem se identificar com a seguinte dúvida: “qual conjunto de estratégias é mais eficaz para o meu empreendimento, Outbound ou Inbound Marketing?”. Este post te ajudará a responder a essa pergunta:

O que é Inbound Marketing?

É um conjunto de técnicas que visa atrair pessoas interessadas em seu produto ou serviço de forma espontânea. Se vale da produção e promoção de conteúdos de qualidade e relevantes para o público e que os façam chegar de forma orgânica até seu site ou blog.

Visto que nem todas as pessoas que chegam até seu site estão dispostas a comprar logo de cara, no inbound marketing você conduz seus potenciais consumidores por meio de uma jornada de compra, onde é preciso atraí-los até seu blog; convertê-los em leads (oportunidades de negócio) com a oferta de algum e-book, demonstração do seu serviço, webinars etc. em troca de dados de contato e pessoais dessas pessoas; transformá-los em leads preparados para as vendas; conquista-los como novos clientes; e, por último, fideliza-los.

Esse relacionamento entre empresa e público durante o funil de vendas, forma como a jornada de compras é caracterizada, se dá pela nutrição desses leads com mais conteúdos valiosos, a fim de prepará-los para adquirir seu produto ou serviço no futuro.

O que é Outbound Marketing?

Se no Inbound temos um marketing com atuação mais “passiva”, no outbound a situação é oposta. São abordagens mais diretas e “ativas” a fim de atingir o consumidor. Algumas ferramentas do tradicional marketing direto estão incluídas no outbound, como telemarketing, disparo de e-mails com listas compradas, mala direta etc.

No Outbound, a ação é feita em maior escala e com uma precisão menor. Afinal, pessoas que não estão interessadas no produto ou serviço ofertado serão atingidas.

Quais são os pontos fortes e fracos de cada estratégia?

Inbound

Voltado para atração, o Inbound torna-se vantajoso por ser menos invasivo para as pessoas do que o Outbound. É uma boa saída se a sua empresa atua com um produto ou serviço com o qual o mercado não esteja muito familiarizado. Os seus conteúdos podem ser projetados para educar as pessoas sobre como sua oferta poderá melhorar a vida delas ou de seus negócios, caso a orientação seja B2B.

Segundo a Hubspot, o custo para obter um lead para quem usa o Inbound marketing é até 47% menor. Porém, o que pode ser visto por alguns como desvantagem, é o fato dos resultados, na maioria das ocasiões, virem em médio ou longo prazo, geralmente a partir de 6 meses.

Outbound

O Outbound Marketing é muito eficaz para quem possui muitos recursos para investir, pois a base de prospects a se atingir é grande. É uma estratégia mais cara, porém ainda muito valorizada em nosso país. Aqui as pessoas dão importância ao contato interpessoal, uma vantagem do “antigo marketing” em relação ao “novo marketing”.

O valor de compra médio costuma ser maior. Muitas vezes, compras que exigem um planejamento maior por parte do comprador são resolvidas pelo contato direto do Outbound, visto que por meio dele é possível negociar uma oferta. O processo de venda é quase todo humanizado, diferente da automatização do processo inbound.

Alcance e Mensuração

Como o Inbound costuma ser mais atuante na internet, o alcance das ações não possui limitações. Tudo dependerá da qualidade do conteúdo, da promoção dele nas redes sociais e do engajamento espontâneo das pessoas.

No Outbound, o limite são as audiências dos meios de comunicação utilizados ou a lista de prospetcs que serão contatadas.

Nas duas estratégias, a mensuração costuma ser precisa em suas variáveis. Todavia, na segunda é possível obter esses resultados mais rapidamente, por meio da taxa de venda e dos feedbacks recebidos durante as negociações. No Inbound, só será possível ter uma noção sobre seu desempenho após vários testes e depois que a implementação das ações estejam completas.

Outbound ou Inbound Marketing?

A escolha dependerá do quanto se pretende investir em marketing, quais são os objetivos e o tempo de espera para obter retornos significativos. Se você tem pressa em conseguir clientes o mais rápido possível e está disposto a investir um pouco mais, pode tentar o Outbound. Agora se você quer ganhar visibilidade e autoridade no mercado digital, sem gastar muito dinheiro e tem paciência para conseguir resultados em médio e longo prazo, o Inbound Marketing é o mais recomendado.

Os consumidores estão utilizando mais a web antes de efetuar uma compra, mesmo que, posteriormente, ela seja feita em uma loja física. Logo, essa é uma oportunidade para o Inbound ganhar terreno e ser mais eficiente para as empresas que oferecerem uma boa experiência para os internautas. Esse “novo marketing” se torna mais forte à medida que consumo na internet cresce em todo o mundo.

Depois dessa leitura, qual você considera a melhor opção para o seu negócio? Outbound ou Inbound Marketing? Comente! Aproveite para assinar a nossa newsletter, ficar por dentro das nossas novidades e ver 7 boas razões para adotar o Inbound Marketing em sua empresa.

Mais publicações do nosso blog

Assine nossa Newsletter