Como funcionam os critérios de ranqueamento no Google?

ranqueamento no google
O que determina o ranqueamento no Google para todas as páginas indexadas é um algoritmo chamado de PageRank (PR). Sua função é entender a importância que uma página ou site tem para o motor de busca perante toda a Internet. Para compreender melhor como funciona, você deve pensar no quanto aquela página contribui positivamente com a experiência do usuário.

Neste artigo você conhecerá os principais fatores já revelados e constantemente trabalhados para manter os melhores sites sempre no topo. Acompanhe!

Autoridade de domínio

Sites com grande autoridade de domínio, ou DA (domain authority), normalmente estão nas primeiras posições do Google. Mas para conseguir chegar a um nível alto é preciso se mostrar relevante para usuários e outros sites. A intenção é conquistar a combinação entre quantidade e qualidade de links recebidos de outros domínios.

É importante que os números sejam acompanhados da relevância dos domínios que apontam para o seu site. Os backlinks devem ser recebidos de sites com um alto DA e que sejam sobre temas iguais ou próximos do seu.

Link Building

O link building é uma prática feita para conquistar mais links de domínios relevantes para o seu site. Ele também contribui com os links recebidos por páginas, que é outro fator para medir o ranqueamento no Google e também com um indicador próprio, o Page Authority (PA). Logo, ele ajuda a melhorar diretamente dois fatores dos mais importantes.

Pode-se fazer Link Building dentro do seu próprio domínio, incluindo links internos em suas próprias páginas. Também existe a possibilidade de fazer externamente (esse é o que mais conta). Nesse caso você deve ser ativo na busca de parcerias para conseguir links “naturais” para o seu site.

O Guest Post é uma excelente forma de conquistar links saudáveis de outras páginas. É a prática de publicar um artigo como convidado em outro site e redirecionar um ou mais links para o seu domínio.

Fatores On Page

Resolvemos dar esse nome para os elementos de SEO interno que você tem total controle de configuração e que interferem no posicionamento no Google. É importante se atentar ao uso das palavras-chave no título da página, nos subtítulos, na URL, no texto alternativo e no nome das imagens.

A meta descrição não influencia no ranqueamento, mas possui grande relevância. Nesse caso, deve-se pensar no usuário, pois dificilmente ele não levará a descrição da página em consideração antes de clicar.

Questões técnicas

Esse seria um outro fator que os donos de site possuem controle, mas não tão direto quanto os itens citados no tópico anterior. Os aspectos técnicos são os relacionados a velocidade de carregamento, tamanho, disponibilidade e tecnologia do site. Um erro de abertura de página pode afastar um visitante de uma vez e ainda afetar negativamente no ranqueamento.

Adaptabilidade aos dispositivos móveis

Esse elemento afeta somente os usuários que acessam o Google por seus smartphones e tablets. Os sites que não possuírem uma versão mobile ou não serem responsivos tem um posicionamento inferior. Isso ocorre desde o início de 2015, quando uma atualização foi implementada no Google.

Produção de conteúdo

Os robôs do Google hoje se encontram em estágio tão avançado que praticamente leem os conteúdos das páginas como seres humanos. Eles são capazes de distinguir se um texto publicado tem realmente a ver, ou não, com a palavra-chave pesquisada.

Práticas que prejudicam seu ranqueamento no Google

  • Não produzir conteúdo relevante: Nenhuma das dicas citadas terá sentido se um conteúdo útil, que resolve um problema do público e de qualidade não for frequentemente publicado. É isso que determinará se o usuário conseguiu o que queria no site;
  • Copiar e colar: Para quem copia conteúdo de outros sites as consequências são terríveis. O Google pode censurar seu site nas buscas.

Os motivos que levam uma página a figurar nas primeiras posições do Google são inúmeros. Estudiosos, ano após ano, pesquisam e testam variáveis para entender o que pode afetar o ranqueamento no Google. Aliás, a própria empresa fornece algumasdiretrizes importantes para donos e gestores de sites.

Você gostou do nosso artigo? Deixe sua opinião nos comentários. Para conhecer esses e outros fatores importantes no ranqueamento no Google, acesse o ranking elaborado pela Moz, que atualiza bienalmente os itens que influenciam o algoritmo.

Mais publicações do nosso blog

Assine nossa Newsletter